Philips apresenta soluções inovadoras de iluminação

LED na Hortitec 2014

Como alimentar um mundo cada vez mais urbanizado, sem danificar o planeta? A Philips mostra de que forma suas soluções de iluminação podem ser o próximo passo para aumentar a produção e melhorar a qualidade das culturas

São Paulo – Líder global em saúde e bem-estar, a Philips Brasil apresenta suas inovadoras soluções de iluminação LED para a horticultura durante a 21ª edição da Hortitec (Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas), que acontece até esta sexta-feira (30/05), em Holambra, no interior de São Paulo. “A utilização de lâmpadas LED pode representar redução dos custos de produção, pelo menor consumo de energia elétrica, e aumento de produtividade na horticultura”, afirma Renato Garcia, diretor presidente de iluminação da Philips Brasil. A novidade será apresentada aos visitantes da feira e quem quiser saber um pouco mais poderá participar de uma das palestras que acontecerão no estande da empresa.

Com a capacidade de produzir luz em cores puras e variadas, as lâmpadas LED desenvolvidas pela Philips são o próximo passo no desenvolvimento de projetos para aumentar a produtividade, melhorar controle do crescimento das plantas, reduzir custos com energia e ampliar o período de cultivo. Além disso, a iluminação em LED também pode ajudar no crescimento das raízes e reduzir o uso de agroquímicos.

Esta tecnologia, por produzir menos calor que as tecnologias tradicionais, pode ser posicionada mais próxima das plantas, sem risco de danificá-las. O sistema também pode ser totalmente controlável, podendo ser desligado, ou ter sua intensidade alterada  a qualquer momento.

A Philips Iluminação pesquisa o efeito da lâmpada LED na horticultura desde 2007 e disponibiliza no mercado um tipo de iluminação potencializada que utiliza as cores azul, vermelho, branco e vermelho distante para diversas aplicaçoes. “Na Hortitec vamos mostrar como a iluminação LED pode trazer lucro ao produtor, suas vantagens e a facilidade que traz para o produtor, além, é claro, da economia de energia quando comparada a tecnologias tradicionais de iluminação”, explica Leandro Baer, gerente de contas para Horticultura da Philips Brasil.

A organização da Hortitec 2014 espera receber aproximadamente 26 mil pessoas, nos três dias do evento. A feira é aberta ao público e a entrada custa R$ 30,00. Mais informações estão disponíveis no site: www.hortitec.com.br

Serviço – Agenda

Palestra e Horário:

28 de maio

11h00 – 11h30 – Iluminação LED para laboratórios: possibilidades e efeitos

16h00 – 16h30 – Iluminação LED para estufa: controlando florescimento

29 de maio

11h00 – 11h30 – Iluminação LED para estufa: adicionando luz e suas possibilidades

16h00 – 16h30 – Iluminação LED para laboratórios: possibilidades e efeitos

30 de maio

10h00 – 10h30 – Iluminação LED para estufa: controlando florescimento

14h00 – 14h30 – Iluminação LED para estufa: adicionando luz e suas possibilidades

Palestrante: Leandro Baer, gerente de contas para Horticultura da Philips Brasil.

Local: estande da Philips Pavilhão Marrom/ Stand 78

21ª Hortitec | Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas

Data: de 28 a 30 de maio de 2014

Horário: das 9h às 19h

Local: Pavilhão de Exposições da Expoflora

Endereço: Rua Maurício de Nassau, 675,  Holambra (SP)


Lâmpada Vela dura 10 anos graças à tecnologia LED

A lâmpada Vela evoluiu. A Lâmpadas Golden traz para o mercado a Ultra LED Vela, que possui o bulbo tradicional, mas por dentro usa a tecnologia LED.  Com 4 W de potência, o produto  é recomendado para iluminação complementar e pode ser usado em lustre e abajur no lugar da incandescente de 40W, com até 90% de economia de energia.

Enquanto a tradicional lâmpada criada por Thomas Edison tem vida útil de apenas 750 horas, a Ultra LED Vela da Golden dura até 15 mil horas, o que significa cerca de 13 anos sem a necessidade de troca.

Seu bulbo de cristal impede a perda de luminosidade. Está disponível em duas temperaturas de cor: branca fria (6.500 K) e branca morna (3.000 K). A primeira para locais que demandam atenção e atividade e a segunda, com uma sensação mais próxima da incandescente, é recomendada para deixar  ambientes mais aconchegantes.

O produto vem com adaptador E27 incluso, o que permite o encaixe em qualquer tipo de soquete, com a vantagem adicional de ser bivolt.

O produto lançado na Feicon 2014 pode ser encontrado em lojas de materiais elétricos, supermercados e home centers. Para maiores informações contatar  vendas@lampadasgolden.com.br ou ligar no (11) 2122-6666.

Dados técnicos

Potência: 4 W

IRC: 80

Temperatura de cor: 3.000 K (luz branca morna) e 6.500  K (luz branca fria)

Duração: 15 mil horas

Tensão: bivolt

Preço sugerido para o consumidor final: R$ 36,00


Luz à mostra

A Grey House Iluminação inaugura no dia 02 de junho, às 19h30, a primeira edição da mostra Grey House Concept by Masisa.

A proposta, que é inédita no segmento da iluminação, em parceria com a marca Masisa, irá reunir dez escritórios de arquitetura e design curitibanos para assinar o showroom da loja, que este ano completa 26 anos.

Entre os profissionais que assinam espaços na mostra estão: Filipe e Karla Bender, Carla Gil Heller e Fernanda Heller, Caroline Bollmann, Carlos Tietjen, Crislei Mazuroski e Alexandre Vidoreto, Renata Sguário, Marcelo Lopes, Jennyfer Gotardo e Janaina Marques, Hellen Giacomitti e Olga Bergamini.

Na ocasião, também será lançada a coleção Paixão Nacional, criada pela lighting designer e proprietária da Grey House, Adriana Sypniewski. A sofisticação e exclusividade da mostra ainda será palco para a premiação do Plano Mais Lux, programa de fidelidade da marca.


Maracanã nas cores da Argentina na Copa? Decisão nas mãos da Fifa.

Empresa deixa sistema de iluminação para o Mundial nas mãos da entidade

 Show de cores na iluminação do Maracanã (Foto: Igor Siqueira/ LANCE!Press)

Já imaginou o estádio que é símbolo do futebol brasileiro nas cores da Argentina? Ou vermelho como a Fúria espanhola? É o que pode acontecer com o Maracanã durante a Copa do Mundo. E isso vai depender de como a Fifa pretende utilizar a iluminação do estádio, do qual será “dona” a partir da próxima quinta-feira.

A tecnologia e o leque de cores estão disponíveis. Desenvolvida pela Philips, a iluminação do reformado estádio transformou o Maracanã em um camaleão. Um show de versatilidade de luzes para fazer a combinação perfeita com a emoção das partidas. Mas se estádio vai ficar azul, amarelo, verde ou qualquer outra cor, isso é uma escolha da Fifa.

- Tem uma data que a Fifa passa a ser a proprietária do estádio. Tudo o que vai ser realizado será definido por eles. Acredito que eles vão usufruir de todas as condições – disse Flávio Guimarães, diretor da Philips Lighting Brasil, durante um evento que apresentou a concepção da iluminação do Maracanã.

Atualmente, o estádio fica vermelho em dias de jogos do Flamengo e predominantemente verde quando o Fluminense joga. Nos clássicos, a cor pós-jogo é do vencedor. O mesmo pode ocorrer nos jogos da Copa. A Argentina de Messi, por exemplo, será a primeira a jogar no Rio, dia 15 contra a Bósnia.

Para a Copa e o decorrer da atividade durante o ano, a Philips vai fazer uma preparação mais detalhada dos operadores das luzes do estádio. Um exemplo de que ajustes precisam ser feitos é a presença quase incessante de pontos roxos quando o estádio inteiro está iluminado de uma determinada cor.

Mas a atuação da Philips não se restringe ao Maracanã durante a Copa. Arena das Dunas, Castelão, Fonte Nova e Arena Pantanal são 100% iluminadas pela empresa. Já Castelão, Mineirão, Arena da Baixada, Beira-Rio e Arena Pernambuco funcionam no mesmo sistema do Maracanã, com iluminação Philips na área externa.

Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/copa-do-mundo/Maracana-Argentina-Copa-Decisao-Fifa_0_1139286068.html#ixzz32YheRrZ9
© 1997-2014 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!


LED é aliado da cenografia que explora a complexidade do ambiente hospitalar no Hospital Contemporâneo

Pelo terceiro ano consecutivo, a Lâmpadas Golden participa da Feira Hospitalar como parceria da L+M Gets – Gestão de Espaços e Tecnologias em Saúde - no espaço conceito Hospital Contemporâneo (HC). Referência em produtos e serviços que contribuem para a melhoria dos resultados no ambiente de saúde, a empresa levou para seu estande este ano uma proposta inovadora, que explora a complexidade dos ambientes de saúde através de uma analogia cenográfica que representa avião, navio e submarino.

Parte deste complexo sistema, a iluminação aparece tanto como aliada na valorização dos espaços como exemplo de aplicabilidade nos ambientes de saúde montados e equipados para se aproximar o máximo possível de um hospitalar real. Em todos eles foi usada a tecnologia LED da Lâmpadas Golden, escolhida pela elevada eficiência energética, maior durabilidade e redução dos custos com manutenção e projetada para atender as demandas específicas de cada espaço.

A tecnologia LED foi aplicada em 15 ambientes, entre eles as salas de reunião, centro cirúrgico, UTI apartamento, internação e banheiros apartamento, circulação, casulo, atendimento, café, aquário, bar e fachada. A aplicação da luz nestes espaços modelos levou em consideração o conforto térmico dos usuários do sistema de saúde, razão pela qual o LED foi escolhido, visto que não gera calor. A escolha das lâmpadas também foi feita de forma a facilitar a atividade dos profissionais de saúde, com conforto visual dos mesmos, para o que a temperatura de cor ideal para a atividade desempenhada no local é tão importante quanto o cumprimento de normas técnicas.

Para área que necessita de uma distribuição uniforme da luz, como é o caso da sala de reunião e do centro cirúrgico, foram escolhidos painéis LED e tubular LED.  A Downlight, que é de fácil instalação e já vem com driver incorporado, foi usada em locais que exigem elevada intensidade luminosa com baixo consumo, como banheiros, apartamentos e circulação. A High Bay, ideal para locais com pé direito alto, foi usada na iluminação geral do estande devido sua fidelidade na reprodução de cores. A fita LED complementa a iluminação de casulos, café e aquário, dando charme e leveza aos ambientes. Spot e refletores foram usados como iluminação de destaque no café e na fachada. Luminária poste IP Innova e Square são lançamentos que a Golden leva a Hospitalar como exemplo de aplicabilidade em grandes espaços, com luminárias de alto rendimento e baixo consumo.

O segmento hospitalar representa um nicho de mercado estratégico para a Lâmpadas Golden, no qual espera crescer 23% neste ano. Na avaliação do lighting designer da empresa, Felipe Marcili, a iluminação hospitalar tem o desafio de ir além dos requisitos funcionais e de gestão dos recursos, como redução de custos e de manutenção e uso racional de energia. “Seu maior desafio é considerar a humanização dos espaços, com a escolha da tecnologia que siga as orientações normativas, sem deixar de lado a sensação de conforto e de satisfação dos usuários do espaço”, afirma.


« Previous Entries

Powered by Wordpress | Designed by Elegant Themes