Abilux completa 30 anos de atuação em 2015

Em 1985, um grupo de empresários que tinha à frente o presidente do Sindilux, Carlos Eduardo Uchôa Fagundes, vislumbrou que o Brasil precisava de uma associação que representasse as indústrias do setor e se fizesse também presente junto as mais importantes Entidades do segmento em atividade no mundo. Foi então que fundaram, em setembro de 1985, a Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux), que neste ano, completará 30 anos de atuação no País.

O crescimento e o reconhecimento da Abilux junto aos fóruns nacionais e internacionais, as esferas de governo e sociedade nestes anos garantiram à entidade a participação nas mais importantes decisões tomadas no Brasil, quando o assunto são os rumos que estão sendo traçados para a indústria de iluminação no País.

Preocupada em garantir o desenvolvimento de produtos que agreguem tecnologia, a entidade voltou suas atenções para a normatização. Vários Grupos de Trabalho participam ativamente das ações que estão em andamento nos órgãos credenciados como o Cobei, ABNT, Copant, IEC e CIE e que têm como missão cooperar na elaboração de normas e regulamentações técnicas em conjunto com órgãos governamentais como o Inmetro e a Eletrobras/Procel, além de outras associações.

Foi também a partir da criação da Abilux que nasceram quatro dos mais importantes projetos que envolvem a entidade: a Expolux (Feira Internacional da Indústria de Iluminação), os prêmios: Abilux Design de Luminárias e Abilux Projetos de Iluminação e o programa de exportações Lux Brasil, uma parceria com a Apex-Brasil.


Golden diversifica linha de spot LED com modelo de 3W

Com a iluminação funcional, aquela que cria cenários com efeitos de luz, esta ganha um caráter de versatilidade que se adequa à função do ambiente, auxiliando a destacar o que é belo e setorizar os espaços. Para isso, a Lâmpadas Golden amplia seu leque de produtos LED com o lançamento do ULTRALED SPOT redondo de 3W.

A luminária de embutir indicada para iluminação de destaque possui o direcionamento de até 15° do facho de luz e substitui a lâmpada halógena dicróica de 35W, sem gerar calor e com uma redução no consumo de energia de até 90%. Dura até 11 anos, o equivalente a cerca de 25 mil horas sem uma troca.

Projetado para ser embutido em teto de gesso ou madeira sem adaptações, o ULTRALED SPOT da Golden já vem com driver bivolt incorporado e presilhas de fixação de fácil instalação. Graças à tecnologia LED, não emite ultravioleta nem infravermelho, impedindo danos e alteração da cor dos objetos que ilumina. Por isso é recomendado para iluminação focal de passagens, bancadas, quadros, painéis paredes e nichos.

A empresa ainda possui o modelo de 6W, nos formatos redondo e quadrado.

O ULTRALED SPOT redondo de 3W da pode ser encontrado a partir de fevereiro em lojas de materiais elétricos, supermercados e home centers. Para maiores informações contatar  vendas@lampadasgolden.com.br ou ligar no (11) 2122-6666.


Stellatech investe em qualidade

Preocupada em levar produtos de qualidade ao mercado, a Stellatech aplica esforços em seu laboratório para testar o desempenho de seus produtos. Sua mais recente aquisição foi a Esfera Integradora, equipamento capaz de medir com precisão as características ópticas de funcionamento das lâmpadas LED.

Demonstrando novamente o pioneirismo da marca, sendo uma das poucas empresas no Brasil a possuir a tecnologia em laboratório próprio, a Stellatech investiu na compra do equipamento de dois metros de diâmetro e quase meia tonelada, que consegue, entre outras funções, identificar a potência luminosa de lâmpadas LED. “Com este investimento podemos aferir com altíssima precisão todas as especificações técnicas dos produtos”, conta Fernando Berlitz, Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Stellatech.

Em meio ao boom de crescimento da indústria LED no Brasil, que trouxe à tona a necessidade de normatização sobre a qualidade dos artigos disponíveis no mercado, a Stellatech se mantém na vanguarda através do aferimento preciso de seus produtos. “Nosso investimento em qualidade, certamente, é um dos nossos principais diferenciais competitivos”, destaca Maya Ruschel, Coordenadora de Marketing.

Como funciona – A Esfera Integradora possui um revestimento interno especial que reflete a luz de forma difusa e uniforme. Em conjunto com outros aparelhos e sensores, principalmente o espectro-radiômetro de alta precisão, é utilizada para testes ópticos, fotométricos e radio-métricos. O espectro-radiômetro mede o comprimento de onda de cada cor do espectro de luz visível. São 6 cores, cada uma com o comprimento de onda diferente. O aparelho separa individualmente a cor da luz de uma lâmpada e faz a leitura de cada onda. Com isso, consegue determinar qual a cor dominante e o fluxo luminoso total.


Com a Iluminação LED é possível economizar até 90% de energia elétrica’, aconselha especialista

Iluminação LED
  • Ouça!

    Ouvir

    Duração: 00:05:02


LLUM Bronzearte oferece dicas para economizar energia

O aumento na tarifa de energia autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) começou desde o dia primeiro de janeiro. A partir de agora, os reajustes obedecerão a um sistema de bandeiras coloridas, e o ano já começa na bandeira vermelha, que significa o maior aumento possível, que é de R$3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh).

Uma medida simples e capaz de promover uma eficiente economia é optar pelas lâmpadas a LED. Segundo Gonzalo Ronda, gerente de produto da Bronzearte, a substituição das lâmpadas fluorescentes e incandescentes pelas de LED são capazes de fazer o valor da conta de luz reduzir em até 90%.

Além de serem eficientes, as lâmpadas a LED têm vida útil mais longa, em média duram até 30 anos, e também não emitem calor, tornando-se uma opção mais agradável, principalmente para o verão. “É possível substituir uma lâmpada incandescente de 60W por uma lâmpada a LED de 9W, obtendo a mesma luminosidade e com durabilidade de até 30 vezes mais”, sugere o gerente da LLUM Bronzearte.

O especialista ensina que, existem outras ações que podem contribuir para a redução de consumo, como pintar as paredes com cores claras, para refletir a luminosidade natural e também a das lâmpadas, retirar da tomada os aparelhos com luzes em stand by ajudam. “A importância de controlar o consumo está não apenas em economizar dinheiro, mas em evitar o desperdício”, afirma Ronda.

As lâmpadas a LED têm um preço maior do que as demais, porém, as pessoas devem observar sua economia de energia e à sua longevidade para notarem o quanto vale a pena investir nesse tipo de iluminação.


« Previous Entries

Powered by Wordpress | Designed by Elegant Themes