Lorenzetti apresenta lâmpada fluorescente de Alta Potência para uso comercial e industrial

A Lorenzetti entrou no mercado de iluminação em 2012 com modelos fluorescentes e agora amplia o portfólio da marca com a Lâmpada Fluorescente de Alta Potência. Na versão espiral, o produto é indicado para ambientes comerciais e industriais que necessitam de grande intensidade de luz, como fábricas, galpões, escolas, supermercados ou áreas públicas. Com potencial de redução de até 80% no consumo de energia elétrica em comparação com os modelos fluorescentes, é possível ecomizar na conta de luz, recuperando rapidamente o investimento e contribuir com o meio ambiente.

Diante da demanda criada pela proibição de comercialização dos modelos incandescentes acima de  150W, é oferecida a Lâmpada Fluorescente de Alta Potência no formato espiral, disponível na potência 44W (127V e 220V) na cor branca (6.400K). O modelo não emite calor, característica que o torna ideal para iluminar ambientes em que o calor excessivo pode provocar o mau funcionamento de equipamentos ou incomodar as pessoas que ocupam o local.

Além da economia notada no consumo de energia elétrica mensal, a durabilidade da Lâmpada Fluorescente de Alta Potência é seis vezes maior que os modelos incandescentes. O produto possui um ano de garantia e certificação do INMETRO, que atesta a eficiência luminosa e gasto de energia.

“O nosso desafio é atender as necessidades de mercado quando o assunto é iluminação. Percebemos a oportunidade de oferecer um produto ecoeficiente para substituir as lâmpadas incandescentes acima de 150W, quando notamos que a indústria e o comércio precisavam da qualidade reconhecida em alta potência da Lorenzetti”, conclui Alexandre Tambasco, gerente de marketing da Lorenzetti.


ExpoPredialtec 2015 acontece em julho, no Anhembi

A ExpoPredialtec, importante feira de automação predial, completa 6ª edição em 2015 e comemora o crescimento em abrangência e nos setores representados. Único evento de negócios voltado para o  mercado de prédios inteligentes, a feira deste ano oferecerá mais espaço aos expositores. O evento acontece nos dias 28, 29 e 30 de julho, no Anhembi, em São Paulo (SP), trazendo diversas inovações.

A feira ampliará seu leque de atuação e também passará a expor as últimas novidades em sistemas de segurança eletrônica. Além de apresentar diversas tecnologias para tornar edifícios mais modernos, seguros e confortáveis, a ExpoPredialtec apresentará inovações em tecnologia para segurança corporativa, industrial, bancária, comercial e até residencial. Recursos para climatização, redes e conectividade, gerenciamento de energia e iluminação também estarão em destaque.

Congresso Habitar e Projeto Eficiente

O Congresso Habitar 2015, criado pela Associação das Empresas de Automação Residencial (Aureside) é outro destaque da ExpoPredialtec. Em sua 9ª edição o congresso deste ano traz um diferencial: abriga também o evento Prédio Eficiente, com o apoio da International Copper Association Brazil. Com palestras, debates e encontros de negócios, o projeto divulgará na feira novos conceitos para edificações eficientes e sustentáveis para o público especializado: arquitetos, engenheiros, projetistas e outros interessados.

De acordo com José Roberto Muratori, diretor executivo da Aureside, a meta é capacitar e incentivar a utilização de tecnologias inovadoras de automação para tornar toda e qualquer edificação mais eficiente, em sintonia com os desafios atuais do país. Isso implica em adotar o real conceito de sustentabilidade desde a concepção do projeto até a sua operação e manutenção durante o ciclo de vida útil.

A ExpoPredialtec 2015 conquistou ainda o apoio da Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD) e da Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura (AsBEA).

Para mais informações, acesse: www.predialtec.com.


Definidas responsabilidades e estratégias para descarte de lâmpadas fluorescentes no Brasil

Fabricantes, Importadores, Comerciantes e Distribuidores brasileiros de Lâmpadas Fluorescentes firmaram o Acordo Setorial a fim de regulamentar a implantação de Sistema de Logística Reversa de abrangência nacional de lâmpadas de descarga em baixa ou alta pressão que contenham mercúrio, tais como, fluorescentes compactas e tubulares, de luz mista, a vapor de mercúrio, a vapor de sódio, vapor metálico e lâmpadas de aplicação especial, com base no artigo 33, V da Lei Federal no 12.305/2010.
O Acordo foi publicado no Diário Oficial da União em 12 de março de 2015, e versa sobre o ciclo de vida do produto, a destinação final ambientalmente adequada, a entidade gestora para implementação da logística reversa, a definição dos geradores domiciliares e não domiciliares dos resíduos, os intervenientes anuentes, a qualidade das lâmpadas que se enquadram no acordo, os pontos de entrega, os pontos de consolidação, os recicladores, a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, os serviços públicos de limpeza urbana e de manejo de resíduos sólidos, e os conceitos sobre resíduo e rejeito. “O acordo define o que é resíduo e rejeito impedindo que resíduos sejam encaminhados para aterros. Isso significa que, a partir de agora, é pacífica a reciclagem de todos os componentes da lâmpada – vidro, alumínio, todos os metais, componentes eletrônicos, plásticos e o mercúrio”, afirma Mario Sebben, diretor superintendente da Apliquim Brasil Recicle.
Metas de reciclagem

Entre as principais metas definidas no Acordo Setorial, está o cronograma de implantação. “Até o quinto ano (2020), todas as cidades com mais de 25 mil habitantes deverão estar com a logística reversa de lâmpadas implantada. Essa é a meta. Em relação a quantidade, prevemos para 2020 a coleta e o tratamento de um número de lâmpadas igual a 20% das lâmpadas colocadas no mercado em 2012”, explica Sebben. De acordo com ele, a meta é tímida, mas como obrigação legal é razoável. “Acreditamos na viabilidade de um número bem maior que esse, pelos contatos que temos feito com os fabricantes, importadores, governo e órgãos ambientais. O clima é muito positivo. Prevê-se mais de oito mil pontos de coletas no Brasil que precisam ser implantados e que também precisarão passar por algum tipo de licenciamento. As regras para este licenciamento também terão que ser criadas, tendo em vista a quantidade de lâmpadas a serem armazenadas nestes pontos. Precisamos organizar o transporte entre pontos de coleta, pontos de acumulação e fábricas de descontaminação. O país tem dimensões continentais e a população que não está acostumada a levar a lâmpada para ser reciclada. Mesmo assim, considerando todos os fatores, a meta é factível”, conclui Sebben.
Em 2020 a meta dever ser reavaliada e reconsiderada para os anos futuros. “O Governo ficou de estabelecer um conjunto de normas que obrigue as empresas não signatárias a se tornarem signatárias. Se esta salvaguarda não acontecer no prazo de dois anos as metas deverão ser revistas”, alerta o especialista.

Anuência apenas para o gerador doméstico

É importante ressaltar que só terá o direito de entregar sua lâmpada sem custos no ponto de coleta o consumidor doméstico. “A pequena loja e o pequeno comércio, por exemplo, precisarão fazer o descarte com suas próprias custas, em acordo com a loja ou diretamente com a Entidade Gestora. Todas as organizações que tenham CNPJ continuam tendo que fazer o descarte por sua conta, com a Apliquim Brasil Recicle, por exemplo, que é a única empresa brasileira que recupera totalmente o mercúrio contido nas lâmpadas fluorescentes”, conclui Sebben.


Na Paraíba, lixo eletrônico é trocado por desconto na conta de luz

O Conta Cidadã, projeto de eficiência energética da Energisa, está trocando resíduos eletrônicos e de informática por desconto na conta de luz. Aparelhos sem utilidade, como calculadoras, computadores, celulares etc., podem ser entregues em qualquer posto de coleta de João Pessoa, Campina Grande e unidades móveis que percorrem o Estado. Para fazer a troca e ganhar o desconto, basta ir até um dos postos de coleta do projeto munido do cartão de cadastro no Conta Cidadã ou de sua conta de energia elétrica mais recente.

Além do desconto, os clientes contribuem com a reciclagem desses materiais que são destinados ao descarte ecológico por empresas especializadas na reciclagem de resíduos eletrônicos. O projeto prevê a coleta de 15 toneladas de lixo eletrônico em João Pessoa e Campina Grande, nos próximos trinta dias.

Para mais informações sobre o projeto, como encontrar o posto de coleta mais próximo, os interessados podem acessar o site www.energisa.com.br ou pelo número 0800-0830196.


Osram apresenta novo Light Studio

Divulgação/Osram

Com o ambiente totalmente em LED, o Light Studio exibe todo o portfólio da Osram para uso residencial, comercial e profissional (indústrias, escritórios, iluminação pública etc), incluindo iluminação de fachadas, módulos e drivers, além das linhas OS e SP (automotiva e cine foto). Durante os cursos, os participantes poderão conhecer todas as novidades do novo espaço.

Atualmente, a companhia alemã oferece soluções completas no segmento de iluminação, incluindo lâmpadas, semicondutores ópticos e reatores eletrônicos, além de luminárias e sistemas de gerenciamento.

“Desde a sua fundação, em 2009, o Light Studio sempre foi uma referência para apaixonados por iluminação. Desde então, a tecnologia evoluiu muito – e claro que o nosso show room teve que se renovar para acompanhar esse processo. Muita gente considera o LED a iluminação do futuro, mas ele já é uma realidade”, comenta Marieli Senedez, Diretora de Marketing da Osram Brasil.

Os participantes terão uma oportunidade única para interagir com o portfólio da multinacional, além de assistir a palestras de especialistas, tais como engenheiros, arquitetos e lighting designers. Além de conhecer as instalações da empresa, o aluno que concluir uma ou todas as aulas receberá um certificado de participação.

Os interessados podem escolher entre os cursos de: Conceitos Luminotécnicos, LED’s Go (apresentação de produtos), Iluminação Residencial, Iluminação Comercial e Cálculo Luminotécnico.

Mais informações: www.osram.com.br ou cursos_osram@osram.com


« Previous Entries

Powered by Wordpress | Designed by Elegant Themes