EILD 2016 – Encontro Ibero-americano de Lighting Design

•    De 21 a 24 de setembro de 2016 na cidade de Ouro Preto, no estado de Minas Gerais, Brasil, acontecerá o encontro mais importante de lighting designers ibero-americanos, EILD 2016 – Encontro Ibero-americano de Lighting Design.

•    Um conjunto de atividades em torno do processo criativo acontecerá nos ícones patrimoniais da cidade como parte deste encontro, que tem como principal objetivo abordar e discutir de forma inovadora o tema do processo criativo com a participação de profissionais da área na Ibero-América.

•    A comissão organizadora do EILD 2016 convida artistas, lighting designers, arquitetos e outros interessados pela luz, a participar do Concurso de Instalações Urbanas, que acontecerá durante os dias do encontro. O processo de seleção estará aberto até o dia 11 de abril de 2016.

O EILD, começou em 2010 em Valparaíso (Chile), passando por Querétaro (México) em 2012 e Medellín (Colômbia) em 2014, em setembro do próximo ano, chega ao Brasil.

Berço da arte e arquitetura barroca no Brasil e primeira cidade brasileira declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1980, Ouro Preto, no estado de Minas Gerais, acolherá a quarta edição do Encontro Ibero-americano de Lighting Design, EILD 2016.

Esta edição, realizada pela ASBAI – Associação Brasileira de Arquitetos de Iluminação, foi concebida a fim de abordar e discutir de forma inovadora o tema do processo criativo; com a participação de designers de iluminação e profissionais interessados pela luz e pela iluminação arquitetônica, urbanística e paisagística. Para isso, a proposta editorial se constrói como um processo de descobertas, buscas e intervenções, do qual fazem parte palestras, laboratórios e ações em pontos da cidade.

Além disso, durante os três dias do encontro, os participantes poderão acompanhar e participar, de maneira colaborativa, da transformação de duas instalações urbanas interativas, tema de um concurso internacional que selecionará os autores dos trabalhos serem realizados em partes distintas da cidade.

O Encontro conta com o apoio e a participação de importantes marcas de fabricantes de iluminação profissional, associações e instituições educativas nacionais e internacionais, mídias, assim como parcerias institucionais fundamentais para a realização das atividades e programa do Encontro.

Mais informações: www.eild.org www.eild.com.br www.eild-competition.org


Concurso Instalações Urbanas – EILD

Concurso de Instalações Urbanas, atividade que faz parte do programa do EILD 2016 (Encontro Ibero-Americano de Lighting Design), a ser realizado na cidade de Ouro Preto/MG.

Uma grande oportunidade para analisar a importância da luz para as cidades, através do património e da paisagem.

Os trabalhos vencedores farão parte do programa do EILD 2016, envolvendo todos os seus participantes.

Faça parte!

Visite www.eild-competition.org


Como substituir lâmpadas fluorescentes tubulares por tubulares LED?

A Abilux orienta sobre como proceder na substituição das Lâmpadas Fluorescentes Tubulares por Tubulares LED em instalações antigas e por quais lâmpadas LED tubulares optar em instalações novas.

Substituir as tradicionais Lâmpadas Fluorescentes Tubulares pelas Tubulares de LED em instalações antigas pode não ser uma tarefa das mais fáceis para leigos e até mesmo para os iniciados já que atualmente no mercado são encontrados vários sistemas de substituição. Há a substituição direta que aproveita o reator existente com conexão elétrica em ambas as extremidades; a substituição com lâmpadas LED tubulares e conexão elétrica em ambas as extremidades utilizando controladores de luz (drivers) externos ou internos e ainda substituição com lâmpadas LED tubulares e conexão em uma extremidade utilizando controladores de luz (drivers) externos ou internos.

Como a existência desses vários sistemas tem causado vários problemas no mercado, a Abilux (Associação Brasileira da Indústria de Iluminação), através da sua Setorial de Lâmpadas, recomenda que se adote um único sistema com o objetivo de reduzir os problemas. O diretor técnico da Abilux, Isac Roizenblatt, que esteve à frente das discussões e estudos que indicaram a melhor opção, lembra que o Brasil, ao adotar esta medida, está seguindo o mesmo caminho trilhado por muitos países ao redor do mundo.

Roizenblatt destaca que há vantagens e desvantagens em todos os sistemas e ressalta quais são desvantagens. “O sistema de substituição direta pode ser inapropriado ou menos apropriado e antieconômico por utilizar equipamento auxiliar desenvolvido para outro tipo de lâmpada enquanto que o sistema com conexão elétrica nas duas extremidades mostra-se inapropriado por oferecer maior risco de choque elétrico e maior custo na luminária”, argumenta o diretor técnico da Abilux.

“Já o sistema com conexão elétrica em uma extremidade oferece como vantagens: menor risco de choque, facilidade na conexão elétrica, redução no custo, aproveitamento dos porta-lâmpadas existentes e, por último, possibilita futuro barateamento de um dos porta-lâmpadas”, esclarece Roizenblatt.

Levando-se em consideração os argumentos acima expostos as recomendações da Abilux são para que:

  • Haja uma convergência gradativa para as lâmpadas LED tubulares com conexão elétrica para apenas uma das extremidades por fabricantes, importadores e mercado.
  • Textos e esquemas de ligação devem ser claros e didáticos nos sites, documentações, embalagens ou mesmo nas lâmpadas.
  • Utilizar porta-lâmpadas de qualidade.
  • No caso de controladores de luz (drivers) externos deve se verificar sua compatibilidade com as lâmpadas.
  • No caso da utilização de reguladores de luz (dimmers) deve se verificar sua compatibilidade com os drivers.
  • As luminárias devem indicar o lado onde o porta-lâmpadas recebe energia.

O sistema ideal é também quando a lâmpada LED tubular é compatível com o sistema óptico da luminária.

“A Abilux buscará trabalhar a normalização da recomendação, bem como informar aos órgãos de governo visando uma padronização pelo país da conexão por apenas uma das extremidades nas lâmpadas LED tubulares”, conclui Roizenblatt.

Informações: e-mail: abilux@abilux.com.br


Sylvania e Vaga Lume firmam parceria

A Havells Sylvania se orgulha em comunicar uma parceria de extrema importância com a Vaga Lume, organização sem fins lucrativos que promove o acesso ao livro e à leitura a 22 mil crianças da Amazônia Legal brasileira. A partir deste mês, ao comprar as lâmpadas LED A60 da Sylvania, o consumidor irá colaborar diretamente com a educação rural em 23 municípios da Amazônia, onde a ONG mantém 150 bibliotecas comunitárias.

“Este é o tipo de projeto que nos orgulhamos em apresentar. A Sylvania busca constantemente formas de cooperar com o desenvolvimento do País, não apenas oferecendo soluções para a economia de energia, mas também chamando a atenção para projetos que realmente fazem a diferença e sem dúvida ajudarão a construir um Brasil melhor para os nossos filhos”, afirma Tiago Pereira de Queiroz, CEO da Havells Sylvania para a América Latina.

A Amazônia Legal brasileira, composta pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e parte do estado do Maranhão, é mundialmente conhecida por seu vasto território e suas riquezas naturais. Mas esta mesma região investe pouco na qualidade da educação. Hoje, embora a Lei nº 12.244 disponha que as instituições de ensino públicas e privadas de todos os sistemas de ensino do País deverão contar com bibliotecas até 2020, 87% das escolas rurais do Brasil não têm bibliotecas. E para modificar este cenário, a Vaga Lume, com a ajuda de seus parceiros, atua há quase 15 anos na região criando bibliotecas comunitárias e apresentando a leitura como forma de transformação das vidas de milhares de crianças e jovens da Amazônia.

Além da doação de livros novos de literatura, a Vaga Lume forma mediadores de leitura, incentiva a gestão comunitária da biblioteca e a valorização da cultura local, além de promover o intercâmbio cultural entre jovens da Amazônia e de São Paulo. “A Vaga Lume está muito feliz com a parceria com a Sylvania! Estamos otimistas, pois acreditamos que os consumidores saberão reconhecer o valor dessa iniciativa conjunta e que, tanto Sylvania, como Vaga Lume, se beneficiarão com esse projeto. De nosso lado, não há dúvidas de que a parceria possibilitará que muito mais crianças e jovens tenham acesso ao livro e à leitura em comunidades rurais da Amazônia”, destacou Sylvia Guimarães, fundadora e atual Presidente da Vaga Lume.


Brilia amplia portfólio com lançamentos que mostram o poder transformador da luz

Tecnologia, design e qualidade que garantem ao consumidor uma experiência completa com o LED. É desta forma que a Brilia apresenta os lançamentos de seu novo catálogo, em circulação de março a setembro de 2016, trazendo – entre novidades e refinamento – mais de 70 produtos funcionais e econômicos, distribuídos em três linhas distintas e complementares: Smart, Intelligent e Expert.

Para quem deseja vivenciar ao máximo os benefícios do LED, a marca oferece novidades na linha Expert. O Módulo MR16 True Dim proporciona iluminação de destaque, sendo ideal para substituir lâmpadas halógenas em luminárias de embutir.

Trata-se de uma inovação no mercado, pois a tecnologia True Dim é capaz de ajustar a intensidade de cor e possibilita ainda a dimerização com redução também de temperatura, partindo de 2700K e chegando a 1800K. O produto reproduz exatamente o que ocorre quando tecnologias incandescentes e halógenas são dimerizadas.

Ainda na Expert, no segmento de produtos para iluminação flexível, a nova Fita Ultra 2400K garante intensidade máxima. Compacta e poderosa, a fita é capaz de iluminar ambientes inteiros, podendo substituir até mesmo lâmpadas tubulares. Com o driver dimerizável (vendido separadamente), sua intensidade pode ser controlada para criar climas e cenários. Seu principal diferencial é a temperatura de cor (2400K) bem quente, além da alta intensidade e homogeneidade na distribuição da luz pela alta densidade e proximidade dos chips de LED aplicados.

Na linha Intelligent, a Brilia lança a MR11 GU10 dimerizável. Sua versão permite dar destaque a ambientes compactos, tornando-se a opção mais indicada para as tradicionais mini dicroicas halógenas de forma inteligente. Mais prático e funcional, o produto agora está disponível na versão dimerizável.

Para espaços grandes, que necessitam de alta intensidade luminosa, a linha Intelligent apresenta a High Bay com novo design. A peça foi desenvolvida especialmente para aplicações em indústrias, depósitos e áreas de grande superfície com pé direito de até 12 metros.

A lâmpada Ultra Bulbo é o grande destaque da linha Smart, ideal para quem deseja conhecer a tecnologia LED. Disponível nas versões de 20W, 30W e 40W, o produto conta com excelente fluxo luminoso, podendo ser usado tanto em espaços industriais quanto comerciais ou residenciais.

A Ultra Bulbo é indicada para substituir fluorescentes compactas eletrônicas em luminárias tipo Low Bay. Também na linha Smart, a Brilia apresenta ainda o novo design e potência dos painéis e projetores LED, que reforçam ainda mais o poder de transformação que a luz pode proporcionar.


« Previous Entries

Powered by Wordpress | Designed by Elegant Themes