Luminárias de LED instaladas em Osasco estão sob investigação do MP

Escrito por:Nilson Martins 26/01/2017

Cinco mil luminárias LED, que foram instaladas pela administração anterior estão no crivo da Justiça. Gustavo Albano Dias da Silva, promotor de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo, através do Inquérito Civil 306/2016, instaurado em 10 de dezembro de 2016, está investigando diversas irregularidades de improbidade administrativa ocorridas na gestão Jorge Lapas. As partes acabam de ser notificadas, de acordo com ofício 80/2017 de 16 de janeiro de 2017.
As denúncias que chegaram ao MP, ano passado, acusam a Ilumithec Construtora de ter instalado as luminárias LED em diversas avenidas de Osasco com superfaturamento, com preços 115% acima do mercado. Essas luminárias não são reconhecidas pela AES Eletropaulo, que continua a cobrar da prefeitura a tarifa mensal de consumo, mas, nos cálculos de lâmpadas a vapor de sódio. Tanto, que na decisão do promotor, a empresa está sendo intimada a esclarecer os motivos da empresa não ter baixado a tarifa. A recusa da Eletropaulo, segundo informações, seria justamente as lâmpadas não obedecerem as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). “São luminárias importadas da China”, diz o advogado Alfredo Gioeilli, que é especializado em iluminação pública. “As luminárias instaladas em Osasco pela empresa gestora são de potência 150 watts e custos para Osasco em valores de R$ 3.800 de uma empresa chinesa, porém, o mercado nacional para essa mesma potência custa R$ 1.100”, esclarece o advogado autor da denúncia. O TCE (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) já anulou nova licitação para novas instalações. “Atualmente a prefeitura paga mensalmente à Eletropaulo R$ 759.190,78. Se ela tivesse aceitado as novas luminárias já instaladas (5 mil pontos), a conta já estaria em aproximadamente, considerando 40 mil pontos em toda cidade, R$ 25 mil a menos”, garante Gioielli.


13 motivos para trocar suas lâmpadas por LED

Desde julho deste ano que o comércio brasileiro está proibido de vender lâmpadas incandescentes. O motivo é simples: a lâmpada incandescente utiliza muito mais energia do que outros modelos. Neste tipo de lâmpada, a maior parte da energia é usada para aquecê-la e não para iluminar. Com isso, cerca de 80% da energia é dissipada na forma de calor.

Em substituição às luzes incandescentes, o mercado oferece duas opções: a iluminação fluorescente, que contém mercúrio em sua composição, um agente poluidor que pode ser muito prejudicial à natureza ao entrar em contato com o solo ou com a água, e as lâmpadas de LED. Este último recurso de iluminação é um pouco mais caro, mas tem uma duração cinco vezes maior do que a lâmpada fluorescente – cerca de 50 mil horas. Além disso, é uma ótima opção para criar projetos de iluminação eficientes para a sua casa ou até mesmo divertidos.

Se a iluminação de sua casa é um tópico importante para você, conheça as vantagens de usar o LED em sua moradia.

1. Basta encaixar no suporte – não é preciso ter reatores, como as lâmpadas fluorescentes

O LED dispensa o uso de reator. Os reatores são comumente encontrados nas lâmpadas fluorescentes e são auxiliares necessários para o funcionamento deste modelo de luz. Eles servem para limitar a corrente e adequar as tensões ao perfeito funcionamento das lâmpadas.

2. Elas podem ser usadas em ambientes úmidos também

Se você pensa em instalar LED em ambientes mais suscetíveis a umidade, como a cozinha e o banheiro, aposte nas luminárias herméticas. Elas protegem os componentes eletrônicos e evitam que eles sejam danificados por conta da umidade. Isso também garante a longa duração deste tipo de lâmpada.

3. Elas duram muito tempo, mesmo quando há muito acende-apaga

Uma das grandes vantagens do LED é que ele não tem sua vida útil reduzida ao ser ligado e desligado constantemente. Sendo assim, você pode usar os sensores de presença sem medo de danificar as lâmpadas.

4. É possível escolher diferentes cores para várias situações

Você pode escolher o LED certo para cada ambiente, já que há diferentes temperaturas de cores disponíveis no mercado. A cor amarela transforma o recinto em um lugar mais aconchegante, a branca fria serve para locais com mais atividade e a branca morna não ofusca a visão. Não esqueça de checar também a potência e o fluxo luminoso, que é o quanto a lâmpada irá iluminar o espaço.

5. Existe uma imensa variedade de cores e intensidades

Que tal criar cenários e climas diferentes em sua casa? Alguns modelos das lâmpadas de LED podem ter sua intensidade de luz controlada (cheque na embalagem se elas são dimerizáveis) ou podem mudar de cor de acordo com a sua preferência. Nesta imagem, a luz amarela traz a energia solar para dentro do quarto de dormir.

Que tal decorar a sua casa com LED? Veja aqui algumas ideias inspiradoras!

6. LEDs não queimam nunca

Uma lâmpada de LED nunca vai queimar. O que acontece é que seu fluxo luminoso irá diminuir, e muito, após o tempo de vida estimado na embalagem.

7. LEDs diminuem a conta de energia

Não sabe diferenciar como o LED poupa energia e ajuda na sua conta de luz mensal? Nós te ajudamos: quando se diz que um LED de 18W equivale a uma incandescente de 60W, significa que nesta substituição você está consumindo 50W a menos, por isso é mais econômico.

8. Descarte fácil e rápido

Por não conter mércurios e nem metais pesados em sua composição, você pode descartar a lâmpada no lixo comum.

9. A lâmpada não tem materiais tóxicos

Se a lâmpada de LED quebrar, não se preocupe. Ela não oferece nenhum risco à saúde já que não contém materiais tóxicos em sua composição.

10. Uma lâmpada fresca, que não atrai insetos, nem desbota os móveis

Um ambiente perfeito para você usar o LED é a sua cozinha. Ele não esquenta o ambiente, não atrai insetos, e, de quebra, mantém sua decoração como nova, pois não desbota objetos.

11. Economize a longo prazo

Os LEDs compensam seu custo com seu tempo de duração mais longo. Com vida útil média de 50 mil horas, o LED vai ajudá-lo a economizar um bocado com a manutenção.

12. Nada de raios indesejados

A lâmpada de LED é tão bem pensada que também não emite nenhum raio ultravioleta e nem infravermelho.

13. Perfeito para quem se preocupa com o meio ambiente

Você procura ser sustentável nas pequenas ações diárias? Saiba que o LED não emite gases de efeito estufa. (Fonte: Lâmpadas Golden).


O poder da iluminação no ambiente de estudos

Na volta às aulas os pais se preocupam com o material escolar, o livro didático e o uniforme, mas muitos acabam deixando de lado um aspecto importante para estimular o aprendizado: a iluminação do ambiente de estudos.

Ter um espaço da casa destinado às tarefas escolares é aspecto disciplinar importante na rotina doméstica. Não importa seu tamanho, pode ser somente uma mesinha, mas o ideal é tirar partido da iluminação como aliada do processo de aprendizagem. Se o local tem pouca ou muita luz não há concentração que resista. Tanto num como no outro caso há um esforço para enxergar que acaba por cansar os olhos e, com isso, diminuir o tempo de estudo.

Além disso, um ambiente mal iluminado pode dar dor de cabeça, em função do esforço repetitivo para ler. Ardência nos olhos e lacrimejamento podem ser outros sintomas de que a iluminação não está adequada.

Uma boa dica é colocar a mesa de estudo perto da janela para aproveitar ao máximo a luz natural. Ao escurecer, escolha uma iluminação que não gere fadiga. O uso de luminárias, com foco direcionado para o livro ou cadernos, mantém a atenção sobre o objeto de estudo, mas cuidado para não usar uma temperatura de luz muito clara, o que pode causar ofuscamento. O ideal é posicionar a luminária no lado oposto da mão da escrita para evitar sombras.

Prefira as lâmpadas com temperatura de cor neutra ou branca, entre 3.500K e 5.000 K, pois acima disto elas podem cansar a visão e abaixo podem desestimular. As cores afetam o humor, podendo ser excitante ou relaxante. No caso dos estudos, espera-se que ela seja estimulante.

Atenção à tecnologia, pois lâmpadas que emitem calor causam uma sensação de desconforto, neste caso o LED apresenta-se como uma ótima alternativa, ao contrário das halógenas e das incandescentes que esquentam demais.

O poder da iluminação no ambiente de estudos é surpreendente. Tanto pode dispersar como favorecer o desempenho da criança e do jovem, afinal, luz e concentração andam de mãos dadas.


Refletor LED de alta potência substitui lâmpadas metálicas

A Lâmpadas Golden amplia sua linha LED com o lançamento de Refletor de alta potência da linha ULTRALED, recomendado para grandes espaços com pé direito alto, como quadras esportivas, estacionamentos, pátios, fachadas, edifícios e pontes.

Com 100W, 150W e 200W de potência, o Refletor LED é uma alternativa mais duradoura à lâmpada de vapor metálico de 250W e 400W. Possui 30 mil horas de vida útil, contra 10 mil da metálica, o que permite que a manutenção aconteça em longo prazo, reduzindo os custos com troca de lâmpadas, reatores e dificuldade logística na frequência de substituição.   Além disso, o Refletor LED tem a vantagem adicional de não aquecer o ambiente, evitando o incômodo do calor em usuários do espaço onde está presente ou a deterioração de paredes e objetos expostos a ele. Outra vantagem do LED sobre a lâmpada de vapor metálico é que o primeiro possui acendimento automático em caso de queda de tensão, enquanto que a metálica leva de 15 a 20 minutos para chegar a 100% do fluxo. O Refletor LED também é desprovido de materiais tóxicos, evitando a contaminação do solo e despesas no descarte.

Seu acabamento com vidro temperado garante mais segurança em caso de possíveis quebras. Também é indicado para uso em locais externos porque tem proteção contra a chuva. Possui alça regulável para maior precisão na iluminação concentrada e já vem com driver incluso, dispensando despesas com reator. O produto ainda distribui a cor de modo uniforme, sem ofuscar a visão, com um bom nível de fidelidade de cores  e eficiência de 80 lumens/W.

O Refletor ULTRALED da Lâmpadas Golden já pode ser encontrado em lojas de materiais elétricos e home centers. Para maiores informações contatar  vendas@lampadasgolden.com.br ou ligar no (11)2122-6666.

Dados técnicos

Potência: 100 W, 150W e 200W

Temperatura de cor: 6.500K

Duração: 30 mil horas

IRC: 70

Grau de proteção: IP 65

Tensão: bivolt

Eficiência: 80 lumens/W


Ourolux conquista prêmio Produtos do Ano 2016

Empresa líder no mercado de LEDs no Brasil conquista liderança absoluta em LED pela 4 vez consecutiva em prêmio da revista Eletricidade Moderna, auferido com base na opinião de revendedores.

Após conquistar o prêmio “Fornecedores do Ano 2016”, da Associação Brasileira dos Revendedores e Distribuidores de Materiais Elétricos (Abreme), a Ourolux, recebe outra importante premiação, o de Produto do Ano Eletricidade Moderna 2016 nas 3 categorias de lâmpadas LED (tubulares, bulbo e spot).

Esses reconhecimentos refletem a parceria da Ourolux com os revendedores. Pelo quarto ano consecutivo, a empresa recebe o prêmio Produto do Ano, da Revista Eletricidade Moderna. Em 2016, a Ourolux ficou em 1º lugar em todas as categorias de produtos LED.

Para chegar a esse resultado, são entrevistados cerca de 500 revendedores de material elétrico por todo o Brasil, que respondem às perguntas: “Quais são as marcas comercializadas em suas lojas? ” e “Dentre essas, qual a mais vendida? ” Não são oferecidas opções de múltipla escolha. Dessa forma, as respostas surgem de forma espontânea.

“Isso demonstra o prestígio que temos nos pontos de venda, graças ao suporte que oferecemos aos revendedores”, explica o diretor comercial da Ourolux, Antonio Carlos Pazetto”.


GE integra serviço de comando por voz a uma lâmpada de LED

Lâmpda LED conectada a serviço de comando por voz (Foto: GE)

Clique na imagem para ver o vídeo!

A GE está trabalhando para liberar as mais avançadas experiências no conceito de casas conectadas por meio de um conjunto de produtos projetados para tornar sua vida mais simples e produtiva. O primeiro lançamento dessa jornada é uma lâmpada LED de mesa com design contemporâneo que incorpora o serviço de voz Alexa da Amazon diretamente em seu interior, permitindo que você use uma luz para encomendar o seu jantar, ouvir as últimas notícias, pré-aquecer o forno ou realizar uma série de outras tarefas por comando de voz.

É a primeira vez que o sistema de voz é embutido em um produto de iluminação, trazendo as habilidades que você encontraria em um produto tradicional da Amazon Echo sem a necessidade de uma unidade autônoma, um hub à parte ou até mesmo um smartphone. O proprietário precisa apenas conectar a lâmpada, conectar-se a Alexa e liberar todo um novo mundo de funcionalidades tecnológicas e de interoperabilidade em dispositivos inteligentes em toda a casa.

“Essa integração é muito mais do que conectar a iluminação à integração de voz. É realmente sobre a simplificação e ampliação de uma experiência para os consumidores, permitindo-lhes adicionar inteligência em toda a casa de uma forma muito simples. Os consumidores não precisam de um telefone celular, um aparato especial ou um hub, só precisam de sua voz”, diz Jeff Patton, gerente geral da área de produtos conectados para residências da GE Lighting.

A empresa está incubando um conjunto de produtos e trabalhando com parceiros de ecossistemas para criar uma experiência de conexão inédita que eleve o que você pode fazer em casa, ajudando a liberar tempo, aumentar a segurança e permitir um controle mais amplo. E, além de tudo, divertir-se fazendo isso tudo.

O mercado de casas conectadas deverá crescer três vezes nos próximos anos, e os consumidores esperam uma experiência perfeita como parte desse momento. Esse lançamento é um trampolim nesse processo, alavancando algo onipresente nas casas de hoje: iluminação. “Estamos empolgados em trabalhar com a GE Lighting para levar a Alexa à sua lâmpada LED e permitir novos tipos de experiências de voz”, disse Aaron Brown, diretor da Alexa. “A voz é o futuro da automação residencial e a combinação da Alexa com a lâmpada de mesa GE LED oferece às pessoas uma maneira simples e sem atrito de interagir com suas casas”.

Para impulsionar a experiência doméstica conectada, a GE não está apenas confiando em inventores dentro de suas próprias paredes, mas inspirando-se em empresas como a Amazon e aprendendo ao coletar informações com usuários reais e fazer melhorias em seus produtos.

O conceito também foi influenciado por um recente desafio de crowdsourcing no qual a GE, a Maker Media e a Hackster se associaram para solicitar aos criadores, de estudantes universitários a cientistas de dados, que trouxessem os LEDs à vida de maneiras novas e inesperadas. As ideias vencedoras, que serão consideradas como parte de futuros projetos de iluminação conectados, incluíram iluminação que avisa quando você está sentado ocioso por muito tempo e incentiva você a se mover, detecção de movimento baseada em iluminação que sincroniza com serviços de segurança, um telefone iluminado que detecta a frequência cardíaca e os níveis de oxigênio do bebê para proteção contra morte súbita e iluminação que rastreia a atividade na casa para personalizar a iluminação com base nas preferências e hábitos de um indivíduo.

A lâmpada embutida no Alexa será projetada em parte por Richard Clarkson, famoso designer do The Cloud, um dispositivo de teto em forma de nuvem ativado por movimento que produz um relâmpago e um trovão, e estará disponível para pré-venda no início de 2017 e entregas previstas para o segundo trimestre.


« Previous Entries Next Entries »

Powered by Wordpress | Designed by Elegant Themes